Ads Top

“Insatiable”: Elenco defende série após acusação de gordofobia

A série “Insatiable” estreou nesta sexta-feira (10) na Netflix, em meio a uma onda de protestos online contra seu lançamento. Como falamos aqui, o enredo retrata a vida de Patty (Debby Ryan), uma estudante do ensino médio que perde uma quantidade significativa de peso depois de levar um soco na boca. Após emagrecer durante as férias de verão, Patty resolve se vingar de todos os colegas que praticavam bullying com ela na escola por conta de sua aparência.

Na última quinta-feira (9), a protagonista Debby Ryan voltou a falar sobre as críticas, durante sua passagem pelo tapete vermelho da pré-estreia da série. Segundo a atriz, a discussão em torno do programa foi valiosa. “Estou super grata por existir tal consciência e preocupação com esses assuntos e estou realmente feliz por termos sido capazes de dar um passo um pouco maior nessa conversa“, disse ela ao E! News.

A ex-estrela do Disney Channel enfatizou sua ansiedade em ouvir a reação das pessoas depois de assistirem à série, explicando: “Você sabe, felizmente, todo mundo que já assistiu tem muito a dizer, ao contrário disso [do fat shamming], e isso tem sido muito legal“.

(Foto: Reprodução/Netflix)

Após a divulgação do trailer, a série e a Netflix foram alvo de críticas sobre o tratamento das questões relacionadas à imagem corporal. Um grupo de pessoas considerou a abordagem ofensiva, se uniu e criou uma petição, assinada por 229 mil pessoas, protestando contra o lançamento.

*VEJA TAMBÉM
“Insatiable”: Chefe da Netflix se posiciona sobre petição contra série rodeada de polêmicas

“Insatiable”: Nova série da Netflix vira alvo de petição de cancelamento; atrizes e criadora se posicionam

“Insatiable”: Garota se vinga de colegas após sofrer bullying no trailer da nova comédia da Netflix

Durante o evento, a atriz Alyssa Milano também falou sobre o assunto, afirmando que “Insatiable” sempre quis satirizar os padrões de beleza e explorar os efeitos negativos do bullying. “Honestamente, nunca pretendemos magoar ninguém com o trailer. O show é muito mais do que o trailer mostrou. Nós não estamos fazendo ‘fat-shaming’ com a Patty, de forma nenhuma. O irônico é que um dos temas da série é ‘não julgue um livro pela capa’, e ainda assim as pessoas estavam julgando a série inteira por conta de um trailer de um minuto e 28 segundos“, disse ela à Vanity Fair.

[anuncio]

O program é realmente um olhar satírico sobre o que poderia acontecer se você faz body-shame ou bullying com alguém e como esse trauma afeta sua vida. É também sobre como a aparência pode enganar, uma exploração da imagem corporal, sobre encontrar validação e o desejo de preencher um vazio dentro de nós mesmos“, acrescentou a atriz.

Apesar da reação negativa antecipada, a Netflix manteve a intenção de veicular a produção. “Lauren Goose, que é a criadora, percebeu de forma muito sensível como explorar essas questões com base em suas próprias experiências, mas de uma forma satírica“, ressaltou Cindy Holland, vice-presidente de conteúdo da empresa, em conversa com repórteres durante o “TCA Press Tour 2018”. “Em última análise, a mensagem do programa é que o mais importante é que você se sinta confortável consigo mesmo. A própria crítica ao fat-shaming está embutida no DNA do programa“, garantiu ela.

A primeira temporada de “Insatiable” tem 12 episódios e já está disponível no catálogo da Netflix.

O post “Insatiable”: Elenco defende série após acusação de gordofobia apareceu primeiro em Hugo Gloss.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.